O Blog Do Bruno Ricardo quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Hoje minha mãe não veio ter comigo de manhã, eu disse-lhe a ela que não valeria a pena, porque assim nem ela descansava o suficiente, então só veio, com meu pai, na hora do almoço.
Entretanto eu almocei e eles foram almoçar.
Eram quase duas horas, quando chega o Técnico da VitalAire (Miguel) com o Ventilador Elisée e o sistema que eu tinha pedido à VitalAire que me enviasse.
Entretanto havia um problema qualquer no Ventilador, porque eu não estava a conseguir adaptar-me a ele, mesmo tendo os mesmos parâmetros que o outro e o senhor foi embora com o mesmo Elisée que tinha trazido.
Entretanto meu pai chegou e minha ficou a descansar na Pensão.
Estava eu e ele no quarto, quando chega de repente lá uma Auxiliar, que me diz para eu me ir preparando, que eu ia para o Piso 11 -Pneumologia. Fiquei sem saber o que fazer e dizer. A Auxiliar como viu que a "tralha" era muita, decidiu levar-me na própria cama onde eu estava, com a tralha toda em cima dela (e eu) e depois no outro quarto para onde eu ia, colocaria lá tudo.
Cheguei lá cima ao quarto (número 60) e fiquei deslumbrado com as vistas que eu ia ter de lá. Iria ver durante o tempo que lá ia estar internado, a Praia de Santa Cristina e as seguintes Praias, as pessoas a fazer WindSurf, os barquinhos, as pessoas na Praia, ou seja, umas vistas fenomenais.
E não é que o quarto do António, marido da Margarida, é mesmo em frente ao meu!? Ela mal me viu, a entrar no meu quarto, veio logo ter connosco.
Quando já tinha tudo colocado no sítio, meu pai e eu, decidimos não ligar para a minha mãe, mas sim, ele ir ter com ela à Pensão e depois tentar trazê-la cá e assim ela ficaria surpreendida. E assim foi, ele tentou primeiro trazê-la cá cima, dizendo que primeiro tinham que ir à Margarida e mal ele a traz aqui primero e me vê, ela fica surpreendida.
Entretanto estivemos a conversar um pouco, jantei, eles entretanto foram-se embora, porque ainda tinham que jantar e eu fiquei pelo quarto.
Até amanhã.

2 comentários:

Elisabete disse...

Bruninho meu amor, tu tens consciencia k m ias matando do coraçao?! Quando vi "chega de repente lá uma Auxiliar, que me diz para eu me ir preparando, que eu ia para o Piso 11 -Pneumologia", deu-m um aperto tao forte no peito, pensando k ja estavas a ser chamado pro transplante... Nem imaginas...
Ve la s acalmas esse teu suspense pq as custas dele ainda vais acabar por matar a tua mulher. LoOl
Beijinhos meu querido!!!!

Alda disse...

Olá Bruno, que bom que já mandou embora essa inoportuna infecção!!!Tenho seguido as informações que vai escrevendo no seu blog e preocupei-me.Gloriosos são aqueles que se levantam, depois de caírem.
Um beijo carinhoso.
Alda(mãe do Marco)

Enviar um comentário